• Barros e Oliveira

Quais são os seus direitos em caso de atraso ou cancelamento de voo?



A primeira coisa que você precisa saber é que a companhia aérea deverá reacomodar você em voo próprio ou operado por outra empresa para o mesmo destino na primeira oportunidade. Então, consulte quais são as alternativas para você concluir a sua viagem no menor tempo possível em voos operados por outras empresas, pois se você não exigir a sua reacomodação em um voo específico, o mais comum é que você seja reacomodado no voo mais conveniente para a própria companhia aérea.

- espera superior a 1 hora para a nova partida: você tem direito a chamadas telefônicas e acesso à internet gratuitos.

- espera superior a 2 horas para a nova partida: você tem direito a alimentação gratuita.

- espera superior a 4 horas para a nova partida: você tem direito a hospedagem e transporte local de/para o aeroporto gratuitos.

Essa assistência deve ser fornecida pela companhia aérea até que você chegue ao seu destino final (ou seja, se o cancelamento do seu voo resultar em uma perda de conexão, a companhia aérea permanecerá obrigada a prestar esta ajuda por todo o tempo em que você estiver em trânsito até concluir o seu itinerário completo).

E, ainda que a companhia aérea tenha prestado toda a assistência descrita acima, você pode ter direito a uma indenização por danos morais!

Se você tiver assumido despesas com serviços de telefonia, alimentação, hospedagem ou transporte local que deveriam ter sido pagas pela companhia aérea, guarde todos os comprovantes de despesas para pedir o seu reembolso depois.

Lembre-se também que quando o seu voo for cancelado você sempre pode desistir da viagem e solicitar o reembolso integral do preço pago pela passagem, ou remarcar o voo para qualquer outra data de sua preferência, sem custo.

Se você tenha enfrentado qualquer transtorno ou custo com a chegada tardia do voo ao seu destino, você também poderá exigir um reembolso dos seus prejuízos ou uma compensação financeira adicional por isso. É muito comum passageiros perderem compromissos profissionais, familiares ou pessoais, ficarem privados de trabalhar por um turno ou dia inteiro (deixando de receber por isso, no caso de autônomos), e não poderem realizar atividades ou utilizar serviços pelos quais pagaram antecipadamente no destino final (como, por exemplo, diária de hotel ou passeios turísticos contratados antes da viagem).

 

Rua Sete de Setembro 88, Gr. 511 - Centro - Rio de Janeiro CEP 20050-002 Tel.(21) 2507-2169 contato@barroseoliveira.com.br © 2013 Barros & Oliveira Advogados Associados. Todos os direitos reservados​​​​​​​